Ombro amigo

Me chamo Naldinho, 1.60 58 kl, todo proporcional.Morava na casa do meu tio por parte de pai com sua mulher, todos eram evangelicos mas nao eram firmes e nem eu.. rsrs meu tio comecou a pular a cerca e me contava tudo que fazia com as irmanzinhas em quanto sua mulherzinha coitada, alem de aguentar os arrogancias dele ainda nao comparecia. Eu e ela eramos muito proximos conversavamos sobre tudo mas ate ai nao havia a menor intencao com ela afinal era mulher do meu tio neh! Ela tem a mesma altura que eu magrinha mas muito gata, cinturinha pra ninguem por defeito branquinha cabelo comprido e volumoso, seios medios e pontudos, ale de uma barriguinha chapadinha apesar de nao malhar.Um certo dia a encontrei muito triste, fiquei com uma do tao grande dai fui tentar consolar.segurei na mao dela conversamos e ela se abriu comigo, disse que nao aguentava mais ta casada com ele porque alem de muito grosso nao fazia se sentir mulher, pois na noite anterior ele a procurou ela como tava com muito tezao pois fazia dois meses que nao transava aceitou,ele a tirou a roupa dela e sem cerimonias ja foi logo abrindo as pernas dela e comendo ela gozando em instantes, nao deu tempo nem dela ficar molhadinha e claro que mulher gosta disso neh verdade?bom dai se passaram dois meses depois dessa conversa que tivemos e nada deles transarem mais.uma noite dessas estavamos a sos na varanda e do nada ficamos encarando um aoo outro com um olhar diferente, olhar de atracao mesmo, ai veio aquelas frescurars que todo mundo ja sentiu, maos suada pernas tremulas e tal.Dai cheguei bem perto dela e disse que ia beija-la e ela :NAAOO!! POR F...sem que ela concluisse tasquei-lhe um beijo..nessa mesma hora meu tio chega!! NOOOOSSAAA ESSA FOI POR POUCOOOO! UFAmuito bem!outro dia ele saiu pra trabalhar, fiquei em casa de proposito, meu coracao ja tava a mil..sentados no sofa conversamos sobre o beijo, me aproximei dela pus minha mao na perna dela ja sentia um calor vindo entre as pernas meu cacete reagiu imediatamente ficando o volume bem visivel foi ai que aconteceu outro beijo, dessa vez mais quente ela chupava minha lingua com tanto tezao que chegava a doer, mas nao liguei entendia a situacao dela quando minha mao boba preencheu todo aquele priquito ela sentiu que tava sendo invadida pegou minha mao e a tirou da buceta, minha mao ja tava melada, senti a calcinha enxarcada as pernas dela tremia acho que ela gozou so no roca, roca..beijavamos deliciosamente abri sua blusa os seios estavam apontando pra mim pedindo pra serem chupados desesperadamente, peguei os dois pus um todo na boca babando chupando lambendo e sentia o bico espetar minha ligua de tao duro, chupei o outro lambeia os dois ela gemia paracendo uma puta no cio implorando pra eu desse atencao a sua bucetaaahhh calma Mari agora vc vai comer do eu te der safada.. subi a saia dela quando tive aquela linda visao da sua calcinha branca molhada ela realmente ja tinha gozado, Nossa mari que deliciaaa.. se deita pra mim..ela deitou no sofa tirei a calcinha dela descobrindo uma buceta de poucos pelinhos com uma linguinha pra fora muito inxada e dilatada, nao pensei duas vezes em colocar minha boca ali..arrealeis as pernas dela sentia sua buceta minar mel melando meu queixo era tanto que nao dava conta de chupar, ela rebolava e falava: aahhh naldinho aahhhh que boca gostosa aaiiiii chupa a titia chupa aahhhhh chupaaa a puta do tio chupaaahhh faz seu titio de corno seu safadoeu sem falar nada continuei chupando e lea esfregando a buceta na minha cara..deixei ela na vontade nao permiti que ela gosasse sai e falei: vem chupar o pau do sobrinho vem titia carente vem.. ela vinha com os olhos brilhando pra baixar minha cueca que tava volumosa pro lado ela fazia um carinho por cima, lambendo os labios imaginando o que aconteceria se baixasse a cueca, ela baixou minha benga cabecuda de 18 cm torta pro lado bate bem na sua testa ela aproveitou pra comecar a lambanca pelo saco, chupava s bolas me olhando chupando um ovo segurando no meu tronco bruto cheio de veiasdepois veio passeando com a lingua por cima dela ate chegar na cabeca, segurei na cabeca dela fodendo a boca ela chupava e tentava falar com ela na boca dizendo que era gostosa, eu pirava com isso...virei ela de no sofar encaixei minha cabecuda na buceta mandei ela segurar que eu ia sacia-la soquei fundo na buceta quanto mais eu socava mais ela pedia chorava gemendo.. se chamando de puta aaahhh que delicia de titia ela me seguranava sentia sua gruta morder meu pau parece que queria torar dentro pra nao sair mais quando tirei minha rola saiu um liquido branco junto escorrendo pela coxa percebi que ela tinha gozado como nunca fez deixou meu cacete branco com seu gozo, fiquei com tanto tezao pedi que ela virasse o rostinho pra mim ela voltou a chupar meu cacete ela chupando chupando chupando com a cabeca pra frente e pra traz quendo ela percebeu que eu ia gozar fez gesto de tirar meu pau da boca sgurei a cabeca dela atolando ainda mais meu pau fazendo ela egasgar com minha porra grossa que escorria pelo queixo pescoco e seios hummmm!!!desde entao ia deixar ela sempre na faculdade so pra nos encontrar mais vezes nos tornamos amantes.


Adicionado em:
24/11/2011
Enviado por: Naldinho
Nota: 10
Envie sua nota:

Voltar

Mobile.MarcosHonda.org